Bandidos matam microempresário mas não levam carro

A polícia tenta desvendar o motivo real do assassinato do microempresário Manoel Dias Rodrigues, de 38 anos. Por volta das 19h de ontem, em frente ao imóvel nº 1790 da Avenida Frederich Von Voith, no Jaraguá, zona Norte da capital paulista, dois homens se aproximaram da picape S-10 de Manoel e atiraram três vezes contra a cabeça do rapaz. O microempresário havia acabado de entrar na picape após deixar a namorada, Tânia Maria Araújo, 36, em sua casa, nesse endereço. Após atirarem contra Manoel, os bandidos arrancaram-no do veículo e usaram a picape durante alguns poucos minutos.O que está intrigando os investigadores do 46º Distrito Policial, de Perus, é exatamente o fato de a dupla ter abandonado logo depois a S-10, já no final da avenida, perto de um conjunto da CDHU, e fugido a pé. Manoel foi levado pela namorada para o Pronto-Socorro de Taipas, mas não resistiu e morreu. O caso foi registrado como homicídio doloso de autoria desconhecida, pelo delegado Anderson Filho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.