AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Bandidos morrem em assaltos contra policiais

Três assaltantes que tentaram roubar policiais militares à paisana foram mortos ontem na grande São Paulo. No primeiro caso, 2 homens armados invadiram um salão de cabeleireiro, na Rua Santiago Rodilha, 291, no Parque Santo Antônio, em Osasco na grande São Paulo. Eles não esperavam que um dos clientes seria um policial militar.Os assaltantes roubaram o dinheiro do estabelecimento, deixaram em pânico funcionários e clientes, com um revólver calibre 38, e quando iam fugir, o sargento das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA), Marcelo Batista da Conceição Tafuri, de 31 anos, deu voz de prisão para dupla. Widman de Jesus Silva, de 19 anos, o assaltante que estava armado, virou-se e disparou contra o sargento, que logo em seguida sacou uma pistola e atingiu o assaltante com 5 disparos. O outro rapaz conseguiu fugir. Widman foi encaminhado para o Pronto socorro Antônio Giglio, onde morreu.Já em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, três rapazes tentaram assaltar uma residência, na avenida Aclimação, no Jardim Paulicéia, na noite de ontem, mas não sabiam que a vítima era um policial militar também. O soldado aa Polícia Rodoviária chegava em casa com a mulher no veículo da família, quando um adolescente armado rendeu o casal e invadiu a residência. Logo depois, entraram na casa outros dois comparsas que aguardavam do lado de fora. Armado com um revólver calibre 32, o adolescente de 17 anos tentou disparar contra o policial, mas o revólver falhou. O militar então sacou outro revólver e atingiu o assaltante com dois disparos. Os outros comparsas, vendo a movimentação, fugiram.Em Cotia, na Grande Sâo Paulo, outro assaltante foi morto ao abordar um policial militar à paisana que estava em um carro na Rodovia Raposo Tavares. O policial reagiu ao assalto e conseguiu atingir o assaltante, que morreu no Pronto-Socorro Central de Cotia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.