Bandidos rendem e matam PM em Mauá

Um policial militar teve a arma roubada e acabou morto, em Mauá, na Grande São Paulo. O cabo EdneiDonizete Araújo Puttini, de 29 anos, foi rendido enquanto conversava em um orelhão. O cabo, que cuidava da área de trânsito daquele município, foi morto na noite desta quinta-feira na Rua Ricardo Bechelli, no Jardim Zaíra, em Mauá.Ele estava à paisana e tinha parado o carro Corsa que dirigia para fazer o telefonema. Segundo o delegado Luís Vanderlei, do 1º Distrito Policial de Mauá, dois homens renderam Donizete, que teriareagido à abordagem. O PM ainda foi levado o Pronto Socorro antes de morrer.Ferraz - No muncípio de Ferraz de Vasconcelos, também na Grande São Paulo, morreu ontem o soldado Roberto Rameta, de 25 anos, que era lotado na 2ª Companhia do 32º Batalhão. Ele foi baleado no sábado, quando tentou evitar oassalto a um açougue em Guaianazes, zona Leste da capital paulista. O soldado estava internado, mas não resistiu aos ferimentos. As informações são da Rádio CBN de São Paulo.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2004 | 06h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.