Bando assalta mercearia, mata comerciante e acaba preso

Quatro bandidos foram detidos por policiais militares da 5.ª Companhia do 6.º Batalhão; outro, o adolescente Wágner Maya da Silva, de 17 anos, morreu, e um sexto continua foragido. O bando, por volta das 16h30 desta terça-feira, após roubar R$ 100 de uma mercearia em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, matou a dona do estabelecimento comercial, Sônia Maria Gorete, de 38, atingida com um tiro na cabeça.O crime ocorreu na Rua Senador Mário Motta, no Jardim Palermo, próximo ao centro da cidade. Segundo a Polícia Militar, cinco bandidos entraram na mercearia, renderam alguns clientes e exigiram de Sônia o dinheiro do caixa. Ao lado da máquina registradora, Sônia baixou a cabeça e, sem esboçar ação de quem iria entregar o dinheiro do dia, fez com que um dos bandidos tomasse a iniciativa de pegar R$ 100 do caixa. Antes de fugir com os comparsas, o criminoso atirou contra a cabeça de Sônia, que não resistiu ao ferimento e morreu.O menor assaltante acabou sendo baleado minutos depois. Armado com um revólver calibre 38, trocou tiros com os policiais militares no quintal de uma residência, invadida por ele, no mesmo bairro, na tentativa de se esconder. Levado ao Pronto-Socorro Central da cidade, Wágner também morreu. Os comparsas dele, José Thiago de Lima, de 18 anos, Salatiel Arruda Neves, de 34, Uescley Cardoso da Silva, de 23, e Adriano Lima de Albuquerque, de 19, foram detidos em um matagal em um bairro vizinho. Um sexto bandido conseguiu fugir. O caso foi registrado no 5.º Distrito Policial de São Bernardo pelo marido da vítima, o também comerciante Antonio de Lisboa Lacerda, de 57 anos, testemunha da morte da própria esposa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.