Bando é preso com cerca de 50 quilos de maconha na Via Dutra

Agentes do Núcleo de Operações Especiais (NOE), com auxílio de Policiais da Delegacia de Guarulhos, um efetivo de 10 homens, todos da Polícia Rodoviária Federal, detiveram cinco pessoas e apreenderam cerca de 50 quilos de maconha no início da madrugada desta sexta-feira em uma blitz na Via Dutra, na pista sentido São Paulo-Rio, na altura do quilômetro 204, após o pedágio, em Arujá, na Grande São Paulo. A droga estava sendo transportada em dois ônibus da Viação 1001.No primeiro, que seguia para Cabo Frio, litoral fluminense, foram presos Amarildo Aparecido da Silva, de 43 anos, que já tem passagem por receptação; Tatiane Pereira dos Santos, 28 anos, e Ângela Márcia Dias Marinho, de 31 anos, já indiciada em outra ocasião por tráfico. O segundo seguia para Niterói, no Grande Rio, e nele foram detidas Glória Gomes Warchon, de 24 anos, que já possuía passagem pela polícia por tráfico, e Sandra de Sá Silva, de 34 anos.Segundo os policiais rodoviários, a prisão dos criminosos só foi possível após vários interrogatórios com os passageiros, pois a droga estava sendo transportada em malas de viagem não etiquetadas pela empresa; fato que além de dificultar o trabalho dos policiais na identificação dos criminosos, acarreta uma multa de cerca de R$ 2 mil à empresa, por desrespeitar uma resolução da Agência Nacional de Transportes Públicos (ANTP), que obriga as empresas de viagem a lacrar as bagagens com uma etiqueta na qual tem de constar o nome do passageiro. Os cinco traficantes foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Arujá e indiciados em flagrante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.