Bando é preso com cópia dos "11 mandamentos" do PCC

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Limeira prendeu na noite de segunda feira quatros homens e uma adolescente menor de idade em uma residência com uma cópia do chamado ´estatuto´ da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). A batida policial foi coordenada pela Polícia Militar da cidade que havia recebido denúncias pela Central de Operações da Polícia Militar (COPOM) sobre a movimentação suspeita na casa da rua Nove, 233, Jardim Ernesto Kühl. O ´estatuto´ do PCC está impresso por computador em uma folha sulfite e traz onze ´mandamentos´ de como deve se comportar´aquele que estiver em liberdade, bem estruturado´. Segundo os policiais da DIG e o delegado seccional de Limeira, Aparecido Capello, o documento faz uma apologia ao crime e ameaça com a morte os traidores que não cumprirem a proposta do PCC. Em um dos itens prega que "os amigos em liberdade devem arrecadar dinheiro para contribuir com os irmãos na cadeia e suas famílias, senão serão condenados a morte sem perdão". Foram apreendidas ainda duas pistolas automáticas 380 e munição que estavam escondidas no cesto de lixo do banheiro, uma motocicleta Yamaha XT, capacetes, dois aparelhos celulares que terão as ligações rastreadas e correspondências que um presidiário de Dracena-SP mantinha com um dos acusados. A menor foi encaminhada a Vara de Infância e Juventude. E.A.S., 23, R.A.B.S., 27, J.A.A.S. 18 e F.M.A. 18 foram autuados por formação de quadrilha e porte ilegal de armas mas negaram em depoimento a participação com o PCC. J. foi reconhecido por uma vigia do Shopping Center Plaza de Limeira como o autor do roubo de R$ 28 mil registrado no final de março. A polícia está investigando o grupo e acredita na autoria de outros furtos e roubos na cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.