Bando explode caixas automáticos no TRE do Paraná

De acordo com a Polícia Militar, os homens estavam com um fuzil e renderam um vigilante

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

31 de agosto de 2016 | 21h13

SOROCABA - Um bando armado invadiu a sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) e usou explosivos para detonar três caixas bancários eletrônicos, na madrugada desta quarta-feira, 31, em Curitiba, capital do Estado. As explosões danificaram vidros e parte do teto do prédio desabou. Não houve danos a documentos do tribunal ou urnas eletrônicas.

De acordo com a Polícia Militar, os homens estavam com um fuzil e renderam um vigilante. Após causar as explosões, eles fugiram com o dinheiro e com o colete balístico e o revólver do segurança. O valor roubado não foi informado. Até o fim da tarde, ninguém tinha sido preso. O caso está sendo tratado como simples roubo, já que foi afastada qualquer possibilidade de se tratar de crime com conotação política ou contra a Justiça Eleitoral como instituição. 

Em nota de sua assessoria, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, repudiou o ataque e pediu empenho às autoridades paranaenses para identificar os responsáveis pelo crime. Segundo ele, é muito grave que ações criminosas atentem contra as instituições, por isso fato como esse merecem todo o repúdio da sociedade.

Ainda segundo a nota, em julho deste ano, o TRE do Rio Grande do Norte decidiu retirar caixas eletrônicos de sua sede depois dos ataques aos fóruns eleitorais de Natal e Parnamirim, alvo de disparos durante a madrugada. Os incidentes fizeram parte da onda de ataques em retaliação às medidas de segurança adotadas em penitenciárias do Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.