Bando invade Correios e tenta levar caixas eletrônicos no Rio

Eles invadiram sede da estatal com crachás falsos e renderam 19 vigilantes; quatro do grupo de 15 foram presos

Pedro Dantas, O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2009 | 17h21

Um bando rendeu 19 vigilantes e tentou roubar dois caixas eletrônicos da sede dos Correios, na Avenida Presidente Vargas, na Cidade Nova. Quatro homens foram presos, sendo que três deles se renderam após um intenso tiroteio com policiais, que terminou a três quarteirões da sede da estatal.   De acordo com os vigilantes, o grupo era formado por cerca de 15 pessoas, sendo que duas seriam mulheres, e também procurava por armas. Ninguém ficou ferido. O caso foi registrado na Delegacia de Roubos e Furtos, mas a Polícia Federal também investigará o caso, pois um furgão dos Correios foi roubado para a fuga dos criminosos.   Com crachás falsos da estatal, parte do bando invadiu o prédio na noite de sábado. Eles renderam e prenderam os 19 vigilantes no vestiário dos seguranças e tentaram sem sucesso arrombar dois caixas eletrônicos. No domingo, eles se dividiram e saíram dos Correios por volta das 9 horas.   Alguns a pé, outros ocupando uma Kombi e o restante em uma Blazer cor prata da estatal. Na rua, um assaltante foi preso a pé e outros três que estavam na Kombi encontraram com uma guarnição da Polícia Militar. Os PMs desconfiaram da movimentação e seguiram o grupo, que reagiu a tiros.   Durante o tiroteio, um carro Escort com três ocupantes foi atingido por vários disparos, mas todos escaparam ilesos. Após a rendição dos assaltantes, os policiais encontraram na Kombi com placa de Petrópolis (Região Serrana) ferramentas utilizadas para arrombar o caixa eletrônico e toucas ninjas.   De acordo com o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Márcio Franco, o grupo pertence à mesma quadrilha que roubou dois caixas eletrônicos da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis, em outubro do ano passado. O bando também atuaria no tráfico de drogas nas favelas da Mangueira, Pavão-Pavãozinho e Vila Kennedy.   Os presos são Rogério Fernando Cunha Abreu, de 30 anos, Dorge dos Santos, de 32, Moisés Couto, de 34, e Jessé Silva Rangel, de 43, que possui mandado de prisão expedido pela Justiça do Pará. Todos foram autuados por formação de quadrilha, roubo qualificado e porte de arma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.