Bando rouba caixas eletrônicos e obriga 35 pessoas a ajudar

Entre 15 e 20 homens armados de fuzis e metralhadoras roubaram dois caminhões para transportar dois caixas eletrônicos do Banco Itaú e obrigaram 35 pessoas a carregar as máquinas, nesta quarta-feira de madrugada, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.O motorista de um dos veículos roubados foi mantido refém por seis horas. Houve tiroteio com a polícia, mas o bando conseguiu fugir com um dos caixas.O grupo estava em quatro carros - um Marea, um Monza, uma Kombi e uma caminhonete Toyota. O primeiro veículo roubado, por volta de meia-noite, foi um guincho, usado para derrubar um dos caixas eletrônicos. O motorista, Ednaildo Silva, ficou como refém. Ao ser libertado, disse que ficou encapuzado e rezou o tempo todo.Depois, os criminosos pararam um caminhão-baú para arrancar outro caixa. Os equipamentos estavam no centro da cidade. O grupo parou um ônibus usado para transportar funcionários da Viação Flores, às 3 horas. Vinte pessoas que seguiam para o trabalho foram obrigados a descer e ajudar os bandidos a carregar os caixas. Outras 15 pessoas que estavam num bar próximo e na rua também tiveram de ajudar o grupo.Com a chegada da polícia, houve troca de tiros e uma das máquinas foi abandonada. Segundo o gerente de operação da Viação Flores, Luiz Gustavo Braga Silva, os funcionários da empresa ficaram muito assustados e foram dispensados do trabalho nesta quarta.Os bandidos encontraram a polícia uma segunda vez e houve novo tiroteio. Ninguém foi preso. O caixa levado teria R$ 14 mil, segundo informações da Delegacia de São João de Meriti. Os mesmos caixas eletrônicos foram alvos de bandidos em abril. Na ocasião, os marginais usaram explosivos.

Agencia Estado,

04 de dezembro de 2002 | 21h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.