Bando seqüestra família para assaltar banco

Uma quadrilha seqüestrou um casal de funcionários do Banespa e suas duas filhas para obrigar os pais a levá-los às agências e retirar o dinheiro do cofre.Metade do plano falhou porque os seguranças não abriram a porta quando viram o gerente Lourenço Visotto chegar acompanhado por um desconhecido.Na outra agência, na Avenida Francisco Morato, na Vila Sônia, zona oeste de São Paulo, os bandidos levaram R$ 2.227,00, cheques e quatro revólveres dos vigilantes. A supervisora Eliane Maria Visotto levava as filhas de 12 e 14 anos à escola às 7 horas quando foi dominada. Os criminosos obrigaram-na a voltar à casa, no Jardim Esmeralda, zona oeste, onde apanharam o marido.Segundo o delegado Oscar Ferraz Gomes, da 3ª Delegacia Seccional, cada vítima foi acompanhada por dois ladrões, enquanto outros dois cuidavam das filhas. O roubo fracassou na agência da Vila Leopoldina, na zona oeste. Na fuga, os bandidos roubaram três carros e fizeram um refém, que foi libertado em Osasco, na Grande São Paulo. Os filhos do casal foram deixados na Casa Verde, zona norte. A polícia não tem pistas dos bandidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.