Bar na Grande São Paulo vendia cocaína aos clientes

Há vinte dias, agentes do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia Seccional de Carapicuíba, na Grande São Paulo, vinham investigando a rotina no Bar do Sá, localizado na Estrada da Fazendinha, nº 143, em Vila Dirce, também em Carapicuíba.A informação que havia chegado aos policiais era de que o dono do bar, Vanízio Barbosa, de 42 anos, conhecido como "Sá", além de comida e bebida, vendia cocaína a alguns clientes que iam ao estabelecimento muito mais interessados na droga que nos produtos que ficavam à vista de todos.Por volta das 23 horas de quinta-feira, um dos investigadores percebeu que o comerciante abria e fechava sua pochete, presa à cintura - sempre retirando algo além de dinheiro, e entregava aos clientes. Enfim o flagrante foi feito. Parte da cocaína apreendida com "Sá" estava na pochete; o restante, em um quarto nos fundos do ponto de comércio.No total, foram apreendidos 800 gramas de cocaína em forma de pedra, 180 cápsulas contendo a mesma droga e 200 gramas também de cocaína, mas em pó. Clientes e funcionários foram levados para a delegacia, mas apenas o comerciante havia sido indiciado por tráfico até a 1h30 desta madrugada, pois o delegado ainda não sabia se os demais entrariam no inquérito apenas como testemunhas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.