Barco fica à deriva na Baía de Guanabara, no Rio

O aerobarco Flexa, da empresa Transtur, estava à deriva na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira, 9, segundo informações da Rádio CBN. Os passageiros foram resgatados próximo ao Aeroporto Santos Dumont por duas embarcações da Capitania dos Portos. De acordo com um dos passageiros, o problema foi na casa de máquinas de onde saiu muita fumaça. Há quinze dias, outro barco ficou à deriva na cidade. Cerca de 300 pessoas faziam a travessia Paquetá-Rio quando uma peça quebrou e a casa de máquinas da embarcação começou a encher de água. As queixas de passageiros na travessia Rio-Paquetá são comuns. Além dos atrasos, os moradores da ilha reclamam das más condições das embarcações - algumas barcas chegam a ter goteiras. Um grupo de moradores decidiu processar o consórcio Barcas S/A. De acordo com a empresa, o valor da passagem (R$ 4,20) foi devolvido aos clientes, que receberam também declarações para justificarem, no trabalho, seu atraso. Colaborou Clarissa Thomé. Texto alterado às 11h56 para acréscimo de imagem.

Agencia Estado,

09 Abril 2007 | 08h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.