Barragem se rompe e isola moradores no Piauí

Algumas cidades estão sem comunicação, o que dificulta os trabalhos da Defesa Civil

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

28 de maio de 2009 | 08h30

A represa Algodões I, em Cocal da Estação, a 280 quilômetros de Teresina, no Piauí, se rompeu na quarta-feira, 27, inundou várias casas e deixou centenas de famílias isoladas, segundo o governo estadual. De acordo com autoridades do Estado do Ceará, a tromba d''água repentina que provocou o rompimento da barragem é decorrente de fortes chuvas que caem ininterruptamente nos últimos dias em municípios cearenses, nas regiões de Viçosa e Sobral.

A interrupção dos meios de comunicação, inclusive a telefonia móvel, impede a Defesa Civil estadual de recolher dados sobre o acidente. Não há, por isso, informações sobre vítimas. Durante toda a noite, policiais e bombeiros, com embarcações, resgataram pessoas em situação de risco, segundo a administração estadual.

Mais de 100 militares, entre bombeiros e policiais de Teresina e de Parnaíba, foram enviados para o local, assim como um helicóptero para ajudar no resgate das pessoas que estão em áreas isoladas. Além disso, o governo colocou à disposição um helicóptero da Polícia Militar (PM) do Piauí, além de outra aeronave alugada.

Energia elétrica

Por medida de segurança, a Companhia Energética do Piauí (Cepisa) interrompeu o fornecimento de energia no município de Cocal, em decorrência da queda de postes ao longo dos locais inundados para evitar qualquer possibilidade de acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.