Barreira da PF intercepta mais de 650 sacoleiros em SP

Em uma operação inédita na região de Presidente Prudente, interior do Estado de São Paulo, mais de 650 sacoleiros vindos do Paraguai foram interceptados, à zero hora desta quinta-feira, na Rodovia Assis Chateaubriand. No bloqueio da Polícia Federal, foram parados 35 ônibus. Por ordem da delegada Lúcia Castralli, a vistoria ocorreria a partir das 5 horas.Mas houve tentativa de fuga e a polícia precisou reagir a tiros, atingindo os pneus do primeiro veículo. Os ocupantes de todos os ônibus desceram e ameaçaram avançar sobre o bloqueio. Para contê-los, a polícia utilizou bombas de efeito moral. Estilhaços feriram três pessoas, que precisaram ser medicadas, antes de serem liberadas.Noemia Gomes Martins, de Franca, estava entre os feridos. Atingida na perna, ficou indignada. ??Nunca presenciei tanta violência." Chorando, comentou que está desempregada e precisa vender brinquedos para sobreviver.Participaram da operação a Tropa de Choque da Polícia Militar e a Polícia Rodoviária. Os sacoleiros - das regiões de São José do Rio Preto, Campinas e Ribeirão Preto - despejaram mercadorias na pista, no prolongamento da Avenida Marcondes, e atearam fogo. Queimaram, principalmente, cigarros.A fumaça tomou conta do local. Outros tentaram escapar com a mercadoria, correndo pelo mato, e acabaram detidos pela Polícia Federal. A fiscalização durou o dia todo. A delegada Lúcia Castralli definiu "cota zero" para os ocupantes dos três primeiros ônibus, pela tentativa de fuga. Escoltados, foram levados à sede da Polícia Federal para descarregar toda a mercadoria.Dos sacoleiros dos outros 32 ônibus, houve a apreensão dos produtos, cuja cota individual passava de US$ 150. "Reconheço que a situação é crítica e as pessoas precisam lutar pela sobrevivência, mas não posso negligenciar", afirmou.Lúcia comandou a operação pessoalmente e ainda determinou que os motoristas e guias de cada ônibus fossem qualificados, para posteriores providências por crime de descaminho, mais conhecido como contrabando.

Agencia Estado,

12 de dezembro de 2002 | 22h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.