Barriga entrega falso bombeiro em Diadema

Acostumado a pegar carona em ônibus pelas ruas do município de Diadema, no grande ABC paulista, sempre trajando um uniforme do Corpo de Bombeiros, o desempregado Rogério Oliveira Gonçalves, 26, acabou sendo denunciado pela própria barriga, que não lhe dava "status" de um soldado da Corporação.Por volta das 9h de ontem, vestindo uma camiseta vermelha, uma calça cinza e um par de botas pretas, o falso bombeiro fez sua última viagem como carona em Diadema. Ao entrar em um ônibus, no cruzamento entres as avenidas Fábio Eduardo Esquivel e Piraporinha, região central do município, Rogério chamou a atenção do soldado Silas Batista, do 24º Batalhão, que, fardado, foi até o suspeito e começou a fazer uma série de perguntas.Segundo o policial, o rapaz, nervoso com as perguntas incômodas, gaguejava e não conseguia explicar onde trabalhava nem de onde vinha. A situação de Rogério piorou depois que o policial pediu para que ele mostrasse a carteira funcional. Ao ser encaminhado ao 2º Distrito Policial de Diadema, o falso bombeiro foi desmascarado pelo delegado Luiz Carlos Ferreira da Silva, que o indiciou por estelionato.Rogério não quis esclarecer onde conseguiu obter o uniforme, com o qual enganava os motoristas de ônibus. Ele foi levado à Cadeia Pública de Diadema, onde permanece detido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.