Base de UPP da PM é atacada após a prisão de traficantes no Rio

Tiros não atingiram o trailer da PM, que reforçou o policiamento no Morro do Fallet

estadão.com.br,

04 Novembro 2011 | 03h43

SÃO PAULO - Um trailer da base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Polícia Militar instalada no Morro Fallet, no Catumbi, região centro-sul do Rio, foi atacado com pelo menos 30 tiros - sendo que nenhum deles atingiu o alvo - no final da noite de quinta-feira, 3, após os policiais prenderam dois traficantes, identificados como Fábio Fernandes, de 29 anos, e Rafael da Cunha Eliezer, 18.

 

Com a dupla foram apreendidos 184 papelotes de cocaína, 111 trouxinhas de maconha e 142 pedras de crack e 7 comprimidos de ecstasy. Fábio e Rafael foram detidos numa escadaria, no alto do morro. No momento em que deixavam a comunidade com os dois criminosos, os policiais ouviram os tiros, vários deles teriam sido disparados da laje de uma das casas.

 

Dezenas de PMs do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e dos batalhão da Praça da Harmonia e de São Cristóvão reforçaram policiamento no morro após a ação de represália por parte dos traficantes. "Perderam algo e por isso estão reagindo, mas isso não vai intimidar o trabalho da polícia", afirmou o coronel Rogério Seabra, coordenador do trabalho das UPPs no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.