AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Bastos oferece ajuda da PF contra ataques do PCC

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, ofereceu ao governador Cláudio Lembo (PFL) ajuda do governo, principalmente da Polícia Federal (PF), para apurar a série de ações comandadas pelo PCC desde a sexta-feira. De acordo com a assessoria de comunicação de Bastos, o ministro estava em São Paulo, acompanhando atentamente a situação, e, no início da tarde do sábado, conversou com Lembo.Integrantes da PF deveriam entrar em contato, ainda neste sábado, com a Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo para disponibilizar todo tipo de ajuda possível. Se o auxílio da PF for aceito pelo governo de São Paulo, a expectativa é de que os policiais federais investiguem de onde saíram as ordens para as ações em série empreendidas pelo PCC.Em breve, o Estado também poderá transferir os presos de alta periculosidade, como os integrantes do PCC, para o primeiro presídio federal do País. Localizado no município paranaense de Catanduvas, o presídio tem capacidade para 200 presos e tem inauguração prevista para o final do mês de junho.O Ministério da Justiça tem atuado de forma conjunta com Estados para tentar resolver o problema de falta de segurança. No Rio de Janeiro, por exemplo, existe uma missão de suporte da área de inteligência da PF que trabalha para auxiliar na apuração de crimes ocorridos na cidade e nas adjacências.Outro tipo semelhante de colaboração da PF foi firmado por causa do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Considerado um preso de alta periculosidade, Beira-Mar foi transferido por diversas vezes de presídio e até de cidade com a ajuda da PF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.