BB alerta para falso recadastramento pela Internet

Mais uma onda de e-mails, enviados a correntistas de bancos por possíveis golpistas, foi detectada em São Paulo. Desta vez, clientes e até pessoas sem qualquer relação com o Banco do Brasil (BB) receberam mensagens pela Internet, solicitando que se recadastrassem, enviando dados pessoais. "O banco não pede recadastramento por e-mail", assegurou a assessoria do BB.A instituição informou ainda que os golpistas utilizam endereços eletrônicos como se fossem do BB para enganar as pessoas. De posse dos dados, os bandidos conseguem efetuar a fraude, subtraindo dinheiro das contas. Para evitar que o e-mail dos golpistas seja confundido com uma janela do site oficial, o banco informou que vai retirá-la do ar. Assim, será iniciada uma campanha de recadastramento por meio de serviço de mala-direta.Ainda de acordo com a assessoria da instituição, o banco só manda e-mail para os clientes que solicitam isso por escrito em suas agências. Qualquer dúvida pode ser resolvida nos postos ou no www.bb.com.br, no qual o Banco do Brasil divulga dicas de segurança e alerta os clientes de que senhas só podem ser trocadas nos caixas, nos terminais de auto-atendimento e nasagências.Polícia - Para evitar ser vítima de um crime eletrônico, o diretor do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), delegado Godofredo Bittencourt Filho, afirmou que o mais importante é manter o sistema de segurança de sua rede ou o computador atualizado. Caso o usuário suspeite de alguma mensagem ou site, ou tenha sido vítima de algum golpe, deve procurar a delegacia do Deic especializada em crimes eletrônicos. O telefone de contato é (11)6221-7030.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.