Beagles entregues à polícia serão encaminhados a ONGs de Sorocaba

Animais que forem recuperados serão encaminhados à entidades em Sorocaba; cães foram libertados de laboratório em 18 de outubro

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

29 Outubro 2013 | 20h08

SOROCABA - A Polícia Civil de Sorocaba anunciou nesta terça-feira, 29, um acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para destinar a três entidades de proteção aos animais os cães da raça beagle retirados no dia 18 de outubro do Instituto Royal, em São Roque, caso sejam recuperados.

De acordo com o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, os cães não serão devolvidos para o instituto porque, além de estar sob investigação por denúncias de maus tratos aos animais, o centro de pesquisas teve o alvará de funcionamento suspenso pela prefeitura.

Os animais serão encaminhados às entidades Adote Sorocaba, Salve se Puder e Gamah, todas com sede na cidade. As pessoas que estiverem na posse dos cães devem agendar a entrega na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba.

O portador terá de prestar esclarecimentos sobre a posse do animal. Um representante da Comissão de Proteção aos Animais da OAB assinará um termo de depositário fiel.

O instituto de São Roque foi invadido por ativistas e os 178 cães da raça beagle que estavam no local foram levados. Os cães eram usados em testes de medicamentos autorizados pelos órgãos responsáveis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.