Bebê de 10 meses morre ao ser espancado por mãe de 16 anos

O corpo do bebê Natália, de 10 meses, espancado até a morte pela própria mãe na véspera, foi sepultado na manhã de domingo, no cemitério de Ibaté, na região de Ribeirão Preto. A mãe, a adolescente J.S.J., de 16 anos, espancou a filha porque não agüentava vê-la chorar. O espancamento da pequena Natália ocorreu por volta das 13 horas de sábado.Primeiro, o bebê foi levado até o Pronto-Socorro de Ibaté, mas depois conduzido à Santa Casa de São Carlos, com mais estrutura. Porém, já chegou sem vida. No laudo do Instituto Médico-Legal (IML), a causa da morte aponta traumatismo crânio-encefálico. As pernas de Natália estavam quebradas devido às agressões da mãe.Devido à morte, o caso foi parar na delegacia de Ibaté. J.S.J. tentou, inicialmente, jogar a responsabilidade pela morte no pai da menina, dizendo que ele era violento. Porém, depois confessou que ela própria espancou a filha, alegando que não agüentava ouvir os choros da menina durante a noite. A adolescente foi levada à Cadeia Feminina de Ribeirão Bonito, onde aguardará, na segunda-feira, uma posição do juizado da Infância e da Juventude de São Carlos. Em sua fisionomia demonstrava frieza, sem chorar, uma atitude que chocou os policiais e carcereiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.