AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Bebê é abandonado em terreno baldio em Belo Horizonte

Um bebê recém-nascido foi salvo por policiais militares no início da tarde desta segunda-feira, 22, após ser abandonado em um terreno baldio, dentro de uma sacola de plástico, no bairro Cabana, na região oeste de Belo Horizonte. A suspeita da PM é que a criança do sexo feminino tenha sido deixada no local pela própria mãe. Os policiais chegaram ao local após uma denúncia anônima. De acordo com o sargento Carlos Roberto de Souza, a menina foi encontrada ainda com o cordão umbilical, ensangüentada e enrolada numa toalha, dentro da sacola. "Isso, infelizmente, está virando prática. Se tivéssemos demorado um pouco, ela teria morrido. Quando chegamos, ela já estava toda roxa", comentou o sargento. "Suspeitamos que foi a própria mãe que praticou esse ato". O local onde a criança foi encontrada foi descrito por uma mulher, que telefonou para a PM às 12h20.A recém-nascida foi levada para o Centro de Saúde Waldomiro Lobo, nas proximidades. Os médicos constataram que ela havia nascido há cerca de uma hora. A menina é morena clara, mede 48,5 centímetros e pesa 3,45 quilos. Segundo a PM, ela foi encaminhada depois para a maternidade Odete Valadares, na capital mineira, onde ficaria em observação. A ocorrência foi registrada na 19ª Delegacia Distrital. Morte No sábado pela manhã morreu o segundo bebê que foi encontrado em uma lata de lixo em Governador Valadares, na região leste de Minas. Duas gêmeas, que nasceram prematuras, foram deixadas dentro de um lixeira, na noite da última quinta-feira, na periferia da cidade. Uma delas já foi encontrada morta. A outra criança estava internada em estado grave na UTI Neonatal do Hospital Municipal. Conforme o boletim médico divulgado pelo hospital, ela foi vítima de infecção generalizada. A Polícia Civil ainda investiga a autoria do crime. Neste caso, as suspeitas também são de que os bebês tenham sido abandonados pela mãe. Três mulheres estão sendo investigadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.