Bebê é encontrada em saco de lixo em Indaiatuba, na Grande São Paulo

A Guarda Municipal não tem suspeitas de quem é a mãe que abandonou a criança

Ivan Marcos Machado, Especial para o Estadão

10 Dezembro 2016 | 14h25

CAMPINAS - Uma recém-nascida foi encontrada em um saco de lixo, sem roupas, em um ponto de ônibus do bairro Jardim Morada do Sol, na cidade de Indaiatuba (região de Campinas), às 23h30 da noite de sexta-feira, 9. Uma mulher que havia acabado de descer do ônibus ouviu o choro da criança e acionou a Guarda Municipal.

Uma viatura foi ao local e conduziu a menina, branca, pesando 3,4 Kg, para a Unidade Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Morada. Uma pediatra e uma enfermeira cuidaram da criança e em seguida fizeram encaminhamento para o setor da maternidade do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc).

Segundo o Centro de Controle da Guarda Municipal, imediatamente foi acionado o plantonista do Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente para elaboração de boletim de ocorrência de abandono de incapaz na Delegacia da cidade. O juiz da Vara da Infância e Juventude foi comunicado e, assim que a bebê tiver alta médica, deverá ir para um abrigo do município, até que seja definido seu destino.

A Guarda Municipal não tem suspeitas de quem é a mãe que abandonou a bebê. O caso será apurado pela Polícia Civil. Segundo a Guarda Municipal, denúncias sobre o caso podem ser feitas ao telefone 181, para averiguação da Polícia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.