Bebê morre afogado durante temporal em Manaus

Um bebê de 18 meses morreu afogado na manhã desta segunda-feira, 9, quando a casa onde dormia, construída em um vale, no bairro Jorge Teixeira, na zona leste de Manaus, ficou alagada durante a forte chuva que cai desde o início do dia. Mais de duas mil famílias das zonas norte e leste de Manaus ficaram desabrigadas com o desabamento ou alagamento de suas casas, segundo a Defesa Civil do Município. O prefeito Serafim Corrêa (PSB) decretou estado de emergência. Só das 8 até as 10 horas da manhã, período em que morreu o bebê, choveu 76,1 milímetros na capital amazonense, segundo a Defesa Civil. O Corpo de Bombeiros atendeu a 245 chamadas, sendo que a maioria, 140, foi de alagamento de casas e barracos em bairros e invasões. De acordo com dados da meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), as chuvas estão no nível normal para o mês de abril, que atinge em média 300 milímetros na capital. As chuvas acumuladas desde o início do mês estão por volta de 110 milímetros, segundo o Sipam, no nível normal para o mês.

Agencia Estado,

09 Abril 2007 | 18h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.