Beira-Mar está muito abatido, diz advogada

A advogada Cecília Machado teve acesso hoje à tarde ao traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, na sede da Superintendência Polícia Federal em Maceió, onde o traficante está preso desde ontem à noite. Ela disse que Beira-Mar está muito abatido, bem mais magro, mas não reclamou do tratamento dispensado pela PF.Cecília disse que vai continuar recorrendo à Justiça para levar Beira-Mar de volta do Rio de Janeiro. Segundo ela, o traficante disse que está sendo tratado pelas autoridades federais como "um bode expiatório" e que não faz sentido ele ficar fora do Rio de Janeiro, pois foi lá onde ele nasceu e onde está sendo processado.

Agencia Estado,

28 de março de 2003 | 17h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.