Beira-Mar fica em São Paulo. Decisão do STJ

O traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, vai permanecer preso no Centro de Readaptação Penitenciária de Presidente Bernardes, no interior de São Paulo. Por unanimidade de votos, os ministros da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitaram um recurso da defesa de Beira-Mar que queria transferi-lo para o Rio de Janeiro. Essa não foi a primeria vez que o STJ analisou pedidos de transferência do traficante. Recentemente, o ministro Hamilton Carvalhido rejeitou a transferência do traficante argumentando que era necessário levar em consideração o interesse público e social. "O Estado do Rio de Janeiro seria o local menos indicado para que Luiz Fernando da Costa cumprisse pena, fato que impõe a permanência dele na penitenciária paulista", afirmou o ministro na ocasião. Posteriormente, solicitação semelhante da defesa do traficante foi analisada pelo ministro Barros Monteiro, do STJ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.