Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Beira-Mar quer voltar para o Rio, diz advogado

Lydio da Hora Santos, um dos advogados de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, disse hoje que o traficante vai continuar tentando voltar para o Rio. Ele aguarda decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre a anulação do ato administrativo do ministro Márcio Thomaz Bastos, que determinou sua transferência para o presídio de Presidente Bernardes. "O ato de transferi-lo foi ilegal, o ministro da Justiça rasgou a Constituição. Só quem pode decidir é o juiz de execuções penais, nem o presidente da República pode ", afirmou Santos, que representa o traficante em 18 processos criminais. A tese do advogado é equivocada, segundo a assessoria da presidência do Tribunal de Justiça (TJ). Como seu cliente já foi condenado, sua tutela é responsabilidade do Estado, que, portanto, decide onde ele ficará preso. Durante o período que passou em Presidente Bernardes, o traficante reclamou da disciplina rígida e disse que desejava voltar para o Rio. A governadora Rosinha Matheus (PSB) reafirmou hoje que confia na promessa feita por Thomaz Bastos, de que ele não retornará ao Estado - mesmo que a penitenciária Bangu 1 seja federalizada, como deseja a União. A transferência de Beira-Mar do Rio, no dia 27 de fevereiro, foi um pedido da governadora ao governo federal, depois de uma onda violência nas ruas do Rio que teria sido comandada pelo criminoso de dentro de Bangu 1. Ele teria mandado queimar ônibus e fechar o comércio em diferentes pontos da Região Metropolitana, deixando a população aterrorizada. Em Bangu 1, Beira-Mar promoveu também uma violenta rebelião, no dia 11 de setembro do ano passado, em que rivais foram mortos.

Agencia Estado,

27 de março de 2003 | 16h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.