Beira-Mar tem pedido de transferência para o Rio negado

Traficante preso em Campo Grande pedia para ir ao Rio até o julgamento final do habeas corpus

Solange Spigliatti, do estadao.com.br, com informações da Agência Estado,

17 de setembro de 2008 | 12h46

O pedido de transferência de Luiz Fernando Costa, o Fernandinho Beira-Mar, foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta quarta-feira, 17. Beira-Mar entrou com pedido de transferência do presídio federal em Campo Grande (MS) para penitenciária de segurança máxima no Rio de Janeiro, até o julgamento final do habeas corpus.   Veja também: Polícia invade o Alemão, 2 morrem e 4 corpos são encontrados Tota teria sido morto por ordem de Beira-Mar, diz Beltrame     Os advogados alegam que excedeu o prazo legalmente previsto para o traficante permanecer no presídio federal e que o preso necessita cumprir a sentença perto da família. O ministro Jorge Mussi, responsável pela decisão, salientou que é impossível aferir em liminar se a penitenciária de segurança máxima do Rio de Janeiro é apropriada para a custódia do preso.

Tudo o que sabemos sobre:
Beira-Mar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.