Beldades internacionais caem no samba no Rio de Janeiro

Tenista Anna Kournikova e atrizes Monica Belucci e Lucy Liu fazem a festa dos fotógrafos de celebridades

Jacqueline Farid, Agência Estado

04 de fevereiro de 2008 | 03h56

Três belas estrelas internacionais concentraram as atenções no Camarote da Brahma, no primeiro dia dos desfiles na Marquês de Sapucaí, na madrugada desta segunda-feira, 4. A atriz italiana Monica Belucci foi a primeira a chegar, acompanhada do marido, o ator francês Vicent Cassel. Os dois assistiram a todos os desfiles da noite, com entusiasmo e atenção. Cercada de seguranças, Monica não deu entrevistas e, delicadamente, pedia paciência aos fotógrafos que não a tiraram de foco nem no momento do jantar da estrela. A atriz foi considerada a mulher mais sexy do mundo em 2004 pelos leitores da revista masculina Maxim’s. Antes, em 2002, Monica Bellucci escandalizou o público do Festival de Cannes, ao participar de uma das cenas mais violentas e realistas de um estupro no cinema, no filme Irreversível.  De calça jeans e camisa da marca da cerveja que patrocina o camarote, a atriz não tirou os olhos dos desfiles das escolas e ensaiou alguns requebros. Mais animado ainda estava Cassel, que dançou muito em sua segunda visita ao camarote, onde esteve, sozinho, no carnaval do ano passado. No réveillon do ano passado, também no Rio, ele avisou que sua escola preferida é a Mangueira. Outra atriz internacional que também concentrou holofotes no primeiro dia dos desfiles no camarote foi Lucy Liu, cujo filme mais famoso é As Panteras. Simpática com fotógrafos mas distante de entrevistas, ela chegou ao Rio na manhã de domingo, acompanhada de uma assistente, e vai embora nesta segunda-feira.  Outra beldade que agitou o camarote da Brahma, mas do mundo dos esportes, é a tenista russa Anna Kournikova. Ela disse que "amou" os desfiles e, linda, posou generosamente para fotos, concedeu entrevistas e encantou os convidados do camarote.

Tudo o que sabemos sobre:
Carnaval 2008Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.