Marcos Arcoverde/AE
Marcos Arcoverde/AE

Beltrame visita favelas do Rio e é hostilizado por moradores

Moradores acusam policiais de impedir o direito de ir e vir dos moradores das comunidades

Pedro Dantas, O Estado de S. Paulo,

29 de maio de 2009 | 12h04

O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, foi hostilizado por moradores vizinhos do Chapéu Mangueira e Babilônia, na zona sul, na manhã desta sexta-feira, 29. Na saída, Beltrame ouviu protestos de um grupo de cinco jovens com cartazes contra o choque de ordem imposto pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) nas favelas. Segundo eles, que não quiseram se identificar, os policiais impedem o direito de ir e vir dos moradores.

 

Beltrame visitou as comunidades, que serão as próximas favelas a receber a ocupação permanente da Unidade de Polícia Pacificadora. Batan, Cidade de Deus, na zona oeste, e Morro Dona Marta, na zona sul, já contam com esse tipo de policiamento.

 

O secretário anunciou que 100 homens da Polícia Militar vão ocupar permanentemente a favela por 24 horas e prometeu aos moradores a instalação da rede wireless para acesso gratuito para internet via banda larga. Beltrame também revelou que o governo estuda a instalação de um plano inclinado para facilitar o acesso dos moradores, que vivem nas partes altas dos morros.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.