Benedita da Silva exonera comandande do Bope

A governadora do Estado do Rio de Janeiro Benedita da Silva exonerou ontem o comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, coronel Venâncio Moura. A decisão foi causada pela ação da unidade em Vigário Geral, na zona norte, que deixou ferido a tiros o percussionista da banda O Rappa, Paulo Sérgio Santos Dias, o Paulo Negueba. Os disparos, segundo o próprio Negueba e testemunhas, teriam partido de policiais do Bope. Na operação, um suposto traficante morreu, e outros dois homens ficaram feridos. À tarde, a governadora visitou Negueba, que reclamou que a polícia entra na favela atirando a esmo.Benedita anunciou sua decisão durante uma visita à favela de Vigário Geral, onde Negueba foi baleado. "Anunciaram que a diretriz que estou dando para a polícia é de atirar na comunidade. Isso é até uma piada", disse a governadora, que é candidata, pelo PT, à reeleição. "Nossa polícia tem recebido a orientação de entrar nas comunidades com técnica para evitar qualquer transtorno." Benedita foi a Vigário Geral prestar solidariedade aos moradores do local e ouvir sua versão sobre o que teria acontecido na noite de sexta-feira e madrugada de sábado, quando ocorreu o confronto entre PMs e bandidos."É preciso fazer, a todo momento, um esclarecimento à população de que esta polícia é para dar segurança a todos, pobres ou ricos. Não há diferença entre morro e asfalto", declarou. "Vamos investigar o que aconteceu aqui, porque é preciso punir todos os envolvidos", prometeu Benedita, que, na favela, visitou o Centro Cultural do Afro Reggae. O coronel Venâncio Moura disse que trabalhou sexta-feira e sabia da operação em Vigário Geral, mas não quis fazer nenhum comentário sobre o assunto. "Só falo sobre futebol, horóscopo e novela", disse. Negueba foi operado no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, zona norte, e transferido para o Hospital Copa D?Or, em Copacabana, na zona sul, onde chegou por volta de 15h20 e foi atendido pela chefia do Setor de Emergência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.