Berzoini emite nota oficial do PT sobre o caso

O presidente do Partido dos Trabalhadores, Ricardo Berzoini, divulgou, neste sábado, 16, nota oficial sobre as denúncias dos Vedoin, que envolveriam o candidato tucano ao governo de São Paulo, José Serra, à máfia dos sanguessugas. Na mesma nota, ele adianta que tomará os procedimentos cabível quanto ao petista preso pela Polícia Federal.Íntegra da nota:"1 - O PT considera graves as novas acusações relativas ao escândalo dos sanguessugas publicadas pela Istoé e que envolvem o governo anterior. Ao contrário dos nossos adversários, não prejulgaremos, mas exigimos a rigorosa e isenta investigação das denúncias, para apurar todas as responsabilidades.2 - O PT sempre rejeitou o denuncismo eleitoral e a produção ilegal de dossiês, até mesmo por já termos sido vítimas desse tipo de procedimento. O PT confia na apuração da Polícia Federal dos fatos e das circunstâncias que envolvem as prisões relacionadas com esse episódio.3 - Em relação ao filiado que foi preso pela PF, encaminharei ao Diretório Nacional a aplicação da suspensão cautelar, conforme o estatuto, e abertura de procedimento disciplinar.4 - Diante da consolidação da liderança de nossa candidatura presidencial e da frustração daqueles que desejaram destruir o PT, não nos surpreende que ocorram episódios dessa natureza, com o objetivo de conturbar a disputa eleitoral, que está sendo conduzida de nossa parte para o debate exclusivamente programático."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.