Beth Carvalho recebe convite para desfilar na Beija-Flor

Ao chegar no camarote da Brahma, a sambista Beth Carvalho foi muito assediada pela imprensa para explicações sobre sua expulsão do desfile da Mangueira minutos antes de entrar na Sapucaí. Ela afirmou que recebeu um convite para desfilar na rival Beija Flor, mas recusou, dizendo que, apesar do "desrespeito", a verde-e-rosa continua sendo sua escola do coração. "Continuo torcendo pela Mangueira, mas não volto a desfilar pela escola com a atual diretoria", afirmou. A sambista aproveitou para dizer que os integrantes de escola de samba são muito mal tratados, mas que os casos pouco vêm à tona, como aconteceu com o dela. Beth carvalho foi excluída do desfile da noite deste domingo, 18, quando estava em cima do carro, pronta para entrar na Marquês de Sapucaí. Segundo ela, os diretores da escola estariam desconfiados de uma suposta doença da cantora, a qual não foi revelada, pelo fato de ela ter feito uma pequena aparição em um trio-elétrico do carnaval bahiano. "Não fiquei sete horas cantando em cima do trio, fui apenas convidada para uma aparição", disse. Sobre o convite da Beija-Flor, que desfila na madrugada desta terça-feira, 20, Beth agradeceu e preferiu não causar polêmica no caso. Ainda no camarote da Brahma, chegaram para a folia os atores Francisco Cuoco e Ney Latorraca, e o diretor global Jayme Monjardim. Entre as atrações internacionais, o cantor Quincy Jones se encontrou com o músico Jorge Ben Jor para assistir aos desfiles cariocas. Na madrugada da segunda, o ator Vincent Cassel, marido da atriz Monica Bellucci, chamou atenção das lentes.

Agencia Estado,

19 Fevereiro 2007 | 23h40

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.