Bimotor desaparece entre Vitória e Porto Seguro

Um avião bimotor desapareceu na noite de sexta-feira no norte do Espírito Santo, vinte minutos depois de ter decolado do aeroporto de Vitória, às 19h37, onde aterrissara para abastecer, às 16h46. A aeronave partiu do aeroporto de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro, com cinco passageiros a bordo, além do piloto. Tinha como destino final a cidade baiana de Porto Seguro, mas, com pouca autonomia de vôo, teve de fazer a parada de reabastecimento em Vitória.Segundo informações da assessoria da Infraero em Vitória, não há informações sobre eventuais reparos técnicos que pudessem ter sido feitos durante a parada no aeroporto. O Grupamento Aéreo do Espírito Santo iniciou as buscas, às 5 horas deste sábado, com dois helicópteros e um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), mas, até o início da tarde, ainda não havia qualquer informação sobre o aparelho, que provavelmente estaria sobrevoando a região próxima à cidade de Aracruz quando perdeu contato com a torre de controle.De acordo com os dados sobre o avião no cadastro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o aparelho estava com a "situação de aeronavegabilidade suspensa". O consultor de segurança Ronaldo Jenkins, do Sindicato Nacional de Empresas Aéreas (Snea) explicou que uma aeronave nessas condições está com o sistema de segurança operacional em exigência e não poderia voar. "Pode ser um problema operacional ou burocrático. A pendência pode ter sido resolvida na sexta-feira e não ter entrado ainda no sistema eletrônico. Ainda é cedo para afirmar qualquer coisa", diz o consultor.O aparelhoO avião Seneca, modelo T-4 e prefixo PT-ISF, é de propriedade de Arduíno Coutinho de Souza, membro do Aeroclube Paulista. Tem autonomia de combustível para cerca de cinco horas de vôo e, segundo especialistas, seu limite de altura é de 12 mil pés, já que não tem cabine pressurizada.O Seneca é um avião de treinamento avançado utilizado nos cursos de treinamento de vôo por instrumentos e multimotor. Por estar com sua capacidade de ocupação máxima, ele seria mesmo obrigado a fazer escala de abastecimento entre o Rio e Porto Seguro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.