Bispo é assassinado em SP

Atingido por tiros no peito, no interior da igreja, por volta de 21h30 de ontem, bispo D.Paulo Pereira morreu quando recebia os primeiros socorros no Hospital Geral de Guainazes. Membro da Igreja Vetero Católica Eclesia in Brasilia - uma seita que, há alguns séculos é dissidente da Igreja Católica Apostólica Romana -, ele estava em uma sala no fundo de templo da Av. Saturnino Pereira, 410, em Guainazes, na zona Leste quando foi baleado.Um funcionário da igreja contou aos policias do 44º DP - Guainazes que, na manhã de ontem, um homem branco, alto, de cabelos claros e usando camisa xadrez, chegou na igreja indagando sobre a realização de casamentos. Como não havia ninguém para fornecer aquela informação ele foi orientado a voltar à noite. Ao retornar, foi encaminhado à sala onde o bispo se encontrava.Ao entrar na sala o homem sacou de uma arma, atirou várias vezes contra o bispo e fugiu. O mesmo funcionário teria contado aos policiais que D. Paulo estava apenas de visita naquele tempo, o que põe em dúvida o motivo do crime. Essa informação intrigou ainda mais os policiais, que já descartaram a possibilidade de que tenha ocorrido tentativa de roubo.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2003 | 07h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.