Blitz apreende celulares, drogas e armas em presídios

Uma blitz promovida nas três penitenciárias do Complexo de Hortolândia, na Cadeia de São Bernardo, em Campinas, e na Cadeia Pública de Casa Branca resultou na apreensão de celulares, drogas e armas com os detentos. Nas cinco unidades, a vistoria teve início na manhã de ontem e somente foi encerrada à noite. Entre os objetos, foram apreendidos 26 celulares, 76 estiletes e serras, sete baterias sobressalentes, 14 carregadores, 450 gramas de maconha, 150 gramas de cocaína em pasta, 183 porções de droga (cocaína, maconha e crack), uma balança de precisão, oito cápsulas de Diazepan, duas máquinas de tatuagem e uma viga de ferro de 20 centímetros.A vistoria ocorreu simultaneamente em 30 unidades prisionais do Estado, nas quais a polícia encontrou 116 celulares, 270 objetos cortantes, 639 porções e 3,2 quilos de drogas, de acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.