Bloco Bagunça Meu Coreto exalta carnaval tradicional na zona sul do Rio

Adultos e crianças aproveitaram para brincar o carnaval com marchinhas antigas

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

05 de março de 2019 | 14h00

RIO - O tradicional bloco Bagunça Meu Coreto desfilou pela 14ª vez pelas ruas de Laranjeiras, zona sul do Rio, no final da manhã desta terça-feira, 5. Idosos, adultos e crianças dançaram e cantaram marchinhas puxadas pelo bloco, a maioria fantasiada.

Foi o caso de Neuza Carvalho, de 76 anos, que aguentou todo o trajeto sob o sol, se abanando com um leque. "O Bagunça meu Coreto é o único bloco que eu não posso perder no Carnaval do Rio porque tem um clima família, sem confusões e tem a melhor música", disse a aposentada, que estava acompanhada de mais duas amigas.

O bloco foi fundado por amigos que frequentavam e tocavam instrumentos no coreto da Praça São Salvador, que fica no bairro. Moradora do bairro, a advogada Cristiane Macedo, de 39 anos, foi com as duas filhas de 5 e 8 anos no bloco. "O Bagunça é o bloco perfeito para trazer as crianças porque a praça tem sombra, barraquinhas de comida, é perto de casa e o público é respeitador. Não tem empurra-empurra, é como nos carnavais antigos", disse.

Durante o ano, os organizadores do bloco também promovem rodas de samba na praça. No carnaval, o bloco sai do coreto da praça e volta para o mesmo lugar. Após o desfile, crianças e adultos ficam em volta da praça, dançando marchinhas tocadas em uma caixa de som próxima ao coreto.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.