Blocos desfilam no centro histórico de São Luiz do Paraitinga

Prefeitura cancelou o carnaval, mas blocos e turistas mantiveram a festa; as pousadas da cidade estão lotadas

Gerson Monteiro, Especial para o Estado

25 Fevereiro 2017 | 12h05

SÃO LUÍZ DO PARAITINGA - Mesmo após o anúncio oficial da prefeitura cancelando o carnaval das marchinhas em São Luiz do Paraitinga, no interior de São Paulo, os blocos estão saindo pelas ruas do centro histórico. Desde sexta-feira, 24, milhares de pessoas se aglomeram nas estreitas ruas do município de 10 mil habitantes encravado no alto da Serra do Mar.

Diferente dos anos anteriores, os blocos têm saído sem a estrutura de som que chegava a arrebanhar até 30 mil pessoas. A banda que saía em cima do caminhão, agora, canta no chão em meio ao público fiel, que mesmo sem a infraestrutura de banheiros químicos e segurança privada, não abandonou a folia na cidade.

Neste sábado, 25,  o primeiro bloco, que até 2016 saia ao meio dia, o Juca Teles, desceu a ladeira às 11h15. Será assim durante os quatro dias de folia. 

A cidade está com o comércio pronto para receber os foliões. As pousadas sa cidade estão lotadas.

Uma dívida deixada pela administração anterior obrigou a prefeita Ana Lúcia Bilard, do PSDB, a retirar o patrocínio público para a festa que traz para a cidade mais de 150 mil pessoas durante o carnaval.

Mais conteúdo sobre:
São PauloSerra do MarPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.