BM assume controle de três presídios no RS

No terceiro dia da greve dos servidores penitenciários do Rio Grande do Sul, a Brigada Militar teve de assumir o controle dos presídios de Espumoso, Cachoeira do Sul e Rio Grande. Nestas cidades a falta dos funcionários, que aderiram à paralisação, ameaçava deixar as casas de detenção sem controle. Os policiais militares também estão de prontidão para intervir no complexo penitenciário de Charqueadas, caso cresça a adesão à greve no local. O sindicato dos funcionários afirma que mais de 70% da categoria parou de trabalhar. Mas a Superintendência dos Serviços Penitenciários estima que o índice de adesão não passa de 20%. Os servidores querem reajustes de até 35%, escalonados por faixa salarial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.