Bolívia retém avião supostamente roubado no Brasil

A Força Especial de Combate ao Narcotráfico na Bolívia deteve no domingo dois brasileiros e um boliviano, em um dos três aviões supostamente roubados na cidade brasileira de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, na fronteira entre os dois países, informou o coronel Luis Caballero, comandante do destacamento. "O avião estava em uma estrada. Nossa unidade capturou dois brasileiros e um boliviano. Outro conseguiu escapar", prosseguiu o comandante.A aeronave - um Cessna com matrícula CC-IAU sem numeração - foi interceptada no domingo na localidade boliviana de San Ignacio, 1.800 quilômetros a leste de La Paz. Os detidos são os brasileiros Antonio Roberto Ramos, de 29 anos, e Eldsoni Brinker de Oliveira, de 24, e o boliviano Miguel Limpias, de 29. Eles continuam detidos na cidade, informou Caballero. A aeronave foi apreendida pela polícia.Durante a operação da unidade de combate às drogas, os agentes apreenderam dois revólveres calibre 38, uma pistola nove milímetros e duas espingardas. Não foi descartada a hipótese de os supostos seqüestradores do avião pretenderem utilizar o aparelho para o tráfico de cocaína."Eles fizeram um pouso de emergência por falta de combustível", disse o coronel Jorge Aguila, também da Força Especial. A captura da aeronave e dos três suspeitos ocorreu um dia depois de criminosos não identificados terem roubado três aviões em Corumbá depois de assassinarem o empresário Luis Carvalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.