Marcos Corrêa/PR
Marcos Corrêa/PR

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Bolsonaro institui Dia do Rodeio na mesma data do Dia Mundial dos Animais

Presidente já havia sancionado alteração em lei para reconhecer rodeio, vaquejada e laço como 'bens de natureza imaterial integrantes do patrimônio cultural brasileiro'

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2019 | 12h35

SÃO PAULO - O presidente Jair Bolsonaro sancionou na quarta-feira, 4, uma lei que institui o Dia Nacional do Rodeio. A data será comemorada em 4 de outubro, a mesma do Dia Mundial dos Animais e do Dia de São Francisco de Assis, considerado padroeiro dos animais.

A sanção da lei 13.922/19 foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 5, quando entrou em vigor. A proposta foi aprovada no Congresso enquanto projeto de lei, com autoria do deputado federal Capitão Augusto (PL/SP).

Em ofício enviado à presidência do Senado, o parlamentar explica que escolheu 4 de outubro "em alusão ao Dia (Mundial) dos Animais, mesma data em que também se festeja o dia de São Francisco de Assis, que é santo protetor dos animais".

Em setembro, Bolsonaro já havia sancionado uma alteração em uma lei de 2016 para reconhecer o rodeio, a vaquejada e o laço "como as respectivas expressões artísticas e esportivas, como manifestações culturais nacionais" e elevar "essas atividades à condição de bens de natureza imaterial integrantes do patrimônio cultural brasileiro".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.