GABRIELA BILO / ESTADAO
GABRIELA BILO / ESTADAO

Bolsonaro retorna a Brasília e diz que sancionará posse ampliada de arma no campo

Projeto foi aprovado na Câmara e prevê que proprietário de fazenda poderá andar armado em todo o terreno, e não apenas na sede. Presidente se recupera de cirurgia realizada no último dia 8

Mateus Vargas, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2019 | 18h38

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta segunda-feira, 16, que reassumirá a Presidência da República nesta terça, 17, data em que sancionará projeto que flexibiliza posse de arma de fogo no campo. A declaração foi feita na porta do Palácio da Alvorada na volta de Bolsonaro a Brasília. O presidente estava em São Paulo, onde foi submetido a uma cirurgia no último dia 8 para correção de uma hérnia incisional.

Mais cedo, o porta-voz da Presidência da República, o general Rêgo Barros, havia dito que Bolsonaro só reassumiria a Presidência na quinta-feira, 19. Bolsonaro, no entanto, disse que só volta "para a atividade 100%" depois de viagem aos Estados Unidos. O presidente discursará na abertura da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, no dia 24. Ele deve deixar o Brasil no dia 23 e retornar na quarta-feira, 25.

Posse de armas

Na primeira declaração em Brasília após passar por cirurgia, Bolsonaro prometeu sancionar lei aprovada pela Câmara dos Deputados, em 21 de agosto, que permite ao proprietário ou gerente de uma fazenda andar armado em toda a área da propriedade e não apenas na sede. O presidente disse que ainda não leu o texto para decidir se será integralmente sancionado.

Bolsonaro, porém, sugeriu ser favorável à medida: "Não vou tolher ninguém de bem a ter sua posse ou porte de arma de fogo". O prazo para sanção do projeto que flexibiliza a posse de armas no campo se encerra na terça-feira, 17. 

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Jair Bolsonaroarma

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.