Bomba decepa mão de PM durante treinamento em Campinas

Um soldado da Polícia Militar perdeu uma das mãos nesta madrugada durante um treinamento de instrução na localidade conhecida por Pico das Cabras no distrito de Joaquim Egídio, em Campinas, no Interior. Eram 4h40 quando o soldado Andrei Lúcio Arlas, da 2a. Companhia do 35º Batalhão da PM, sofreu o acidente com um artefato explosivo durante a instrução a estagiários do Grupo de Ações Táticas de Campinas (Atac) que provocou a amputação de sua mão direita. Ele foi levado pelos colegas para o pronto-socorro do Hospital da Unicamp onde foi submetido à cirurgia.Em nota divulgada hoje, que classifica o fato como "acidente de trabalho", a PM esclarece que não houve "imperícia, imprudência ou negligência por parte do soldado PM Andrei" e nem dos outros policiais que o acompanhavam no momento em que a bomba explodiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.