Bomba explode em antigo gabinete de prefeito de Resende

Uma bomba artesanal explodiu nesta sexta-feira no antigo gabinete do prefeito de Resende, Eduardo Meohas, na sede da administração do município do sul fluminense. A sala, que fica um andar abaixo do atual gabinete, passa por uma reforma para ser usada pela Secretaria de Planejamento e estava vazia. O explosivo destruiu duas portas, uma janelas e um computador.Licenciado, o prefeito declarou, por meio de sua assessoria, que a explosão foi uma?tentativa de intimidação?. Meohas disse que há dois anos ele e sua família vêm sofrendoameaças por ele estar ?contrariando interesses?.Uma perícia será realizada pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), daPolícia Civil, no Rio, para determinar o tipo de bomba usada. A Secretaria Municipal deAdministração abriu uma sindicância para investigar o caso. A vigilância do prédio foireforçada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.