Bomba explode em escola e fere estudante em Sorocaba

A estudante Karina de Oliveira, de 16 anos, teve parte damão esquerda dilacerada nesta terça-feira por uma bomba de fabricação caseira que explodiu no interior da Escola Estadual Júlio Bierrembach de Lima, no Bairro Santa Rosália, em Sorocaba. A explosão ocorreu no banheiro do escola, durante o intervalo entre as aulas, e assustou centenas de alunos que se encontravam fora das classes. Funcionários encontraram Karina chorando, com a mão ensanguentada. Ela disse que a bomba estava escondida atrás do vaso sanitário e explodiu quando ela se levantou. Outros alunos, no entanto, disseram que a garota estava com a bomba na mão quando entrou no banheiro. Os funcionários estancaram o sangue e chamaram uma ambulância do serviço de resgate do Corpo deBombeiros. A estudante foi levada para o Hospital Regional. Os médicosconstataram que um dos dedos ficou dilacerado e outros dois receberam cortes profundos. A garota, que sofreu também escoriações no rosto, ficou internada. Na escola, as aulas foram interrompidas. Policiais militares vasculharam o prédio em busca de outras bombas, mas nadaencontraram. Foram recolhidas amostras do artefato para perícia. Eles tomaram depoimentos de alunos para elaborar um relatório. Segundo os policiais, alguns deles disseram que a bomba tinha sido dada à menina por outro estudante da escola. A Polícia Civil abriu inquérito. A direção do estabelecimento não quis se manifestar sobre o incidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.