Bomba explode em ônibus com corintianos

Quatro pessoas ficaram feridas após a explosão de uma bomba caseira no interior de um ônibus da Viação Canarinho, que saía da estação Armênia do Metrô, no bairro da Ponte Pequena, para o bairro de Inocop, em Guarulhos, na grande São Paulo. A explosão ocorreu por volta das 21h30, após a entrada de oito torcedores corintianos. Dentro do ônibus havia mais 20 passageiros. Jonas Alves do Nascimento, 34, teve traumatismo craniano e está internado no Hospital das Clínicas. Rosiélio do Nascimento Silva, 20, sofreu ferimentos nos olhos, foi levado ao Pronto-socorro Tatuapé e liberado para prestar depoimento no 12º Distrito Policial, do Pari, onde o caso foi registrado. Marilsa Menino, 41, e Maria de Belém Chavez Botelho, 26, foram socorridas no Pronto-socorro de Vila Maria.Segundo o delegado Sebastião Arruda dos Santos, os corintianos alegaram que a bomba teria sido jogada por torcedores são-paulinos, integrantes da Torcida Independente. Cinco vidros do coletivo foram destruídos. Após serem ouvidos na delegacia, testemunhas e envolvidos foram liberados pelo delegado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.