Bombeiro em serviço comete assalto

Dois assaltos surpreenderam a polícia na manhã deste domingo. Um deles foi cometido por um bombeiro fardado e que estava de serviço. O outro, por um sargento da Aeronáutica, que usou uma pistola de plástico para roubar um soldado da Marinha. Tanto o bombeiro quanto o sargento foram presos.O bombeiro Aritanã Tavares de Fontoura, de 29 anos, que estava de plantão no Quartel Central da corporação, tentou roubar um carro importado, no centro do Rio. Ele e o funcionário administrativo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Luís Henrique de Abreu, de 29 anos, abordaram o dono de um Hyundai, José Duarte Martinez, de 39 anos, que estava num posto de gasolina na esquina da Avenida Presidente Antônio Carlos com a Rua Santa Luzia.Martinez avisou a polícia, que não teve muito trabalho para prender a dupla. Os assaltantes não sabiam dirigir o carro importado e tiveram de abandoná-lo para fugir a pé. Eles correram menos de dois quarteirões e foram presos na Rua Pedro Lessa. Fontoura está preso num quartel do Corpo de Bombeiros.Em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, o sargento da Aeronáutica Márcio Élcio Cardoso da Silva foi preso depois de roubar um soldado da Marinha, no centro da cidade. Silva e o comparsa Marcelo de Souza ficaram num bar por toda a madrugada. Pela manhã, eles assaltaram dois rapazes (um deles era o soldado), e depois seguiram pela contra-mão na Via Light - via expressa que corta o município -, chamando a atenção de policiais do 20º Batalhão (Nova Iguaçu).Ao revistar o carro do sargento, um Fiat Uno, a polícia encontrou a carteira com os documentos do soldado da Marinha, cujo nome não foi divulgado. Silva foi levado para a 52ª Delegacia de Polícia, onde o marujo registrava queixa e reconheceu o sargento. Ele foi transferido para o 3º Comando da Aeronáutica, no Centro do Rio, onde ficará preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.