Bombeiros acreditam ser difícil concluir buscas nesta 6a

O Corpo de Bombeiros avalia que serádifícil concluir nesta sexta-feira os trabalhos de busca nolocal do acidente do Airbus A320 da TAM, segundo o capitãoMauro Lopes, porta-voz da corporação. "Nós não vamos fazer previsão (sobre o encerramento dostrabalhos). Vamos deixar correr o dia primeiro e faremos umaprevisão mais apurada" depois, disse Lopes. Até o momento, hácerca de 190 mortos no pior desastre da história da aviação nopaís. Mauro Lopes afirmou também que 207 bolsas com restosmortais foram retiradas da área, mas que ainda não é possíveldeterminar o número preciso de vítimas fatais. "Quem vaidefinir o número exato de corpos é o IML", explicou. O avião da TAM, que fazia o vôo 3054 de Porto Alegre a SãoPaulo com 186 pessoas a bordo, acidentou-se ao tentar pousar napista molhada do aeroporto de Congonhas, na noite deterça-feira. A aeronave atravessou uma avenida movimentada, sechocou contra dois prédios, um deles da TAM Express, e explodiuna sequência. Segundo Mauro Lopes, 60 homens do Corpo de Bombeirostrabalham no local do acidente neste momento. "Vamos continuar retirando a laje (do prédio TAM Express)para garantir a segurança das equipes...para finalizar otrabalho", disse ele. Após uma avaliação técnica dos bombeiros e de uma empresade engenharia, nesta sexta-feira haverá uma demolição parcialda estrutura do prédio para dar prosseguimento às buscas semrisco de desabamentos. Vinte e sete casas ao redor permanecempreventivamente interditadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.