Bombeiros de Paraty vão retomar buscas a helicóptero

O corpo de Bombeiros da cidade de Paraty (RJ) reiniciará nesta manhã as buscas helicóptero prefixo PT-MRG desaparecido na região. A aeronave teria saído ontem à noite de Carapicuíba, município da Grande São Paulo, e durante o vôo, entrou em contato com as autoridades aéreas da região, informando ter problemas técnicos durante o vôo. Após este contato, não deu mais notícias. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Paraty, não foram encontrado indícios da aeronave durante as primeiras buscas. Homens do 26º Grupamento do Corpo de Bombeiros vão reiniciar na manhã desta quarta-feira, as buscas ao helicóptero prefixo PT-MRG, procedente de Carapicuíba, que desapareceu na divisa entre o litoral norte paulista e o Estado do Rio de Janeiro na tarde de ontem. A aeronave, pilotada pelo comandante Sidney Celso Bertero, saiu com destino à cidade de Paraty, no litoral fluminense. "Quando sobrevoava a cidade de Ubatuba, o piloto fez contato com algumas pessoas em terra dizendo que teria de fazer um pouso de emergência em razão da baixa visibilidade; depois o contato com a aeronave foi perdido", disse o coronel Jerry Andrade Pires, comandante do 26º Grupamento dos Bombeiros. A polícia acredita que a aerovane, que era ocupada apenas por Sidney, teria desaparecido próximo à Praia de Camburi, em Ubatuba, litoral norte de SP. As buscas foram suspensas por volta das 21h30. O local onde supostamente a aeronave caiu é de mata fechada e díficil acesso. Ainda não se sabe de qual local exato a aeronave partiu nem a quem ela pertence.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.