Bombeiros e policiais retomam buscas por corpo de Eliza em Minas

Um dos próximos passos da investigação será a análise dos computadores pessoais e as últimas mensagens eletrônicas trocadas entre a jovem e familiares

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

06 de julho de 2010 | 11h30

SÃO PAULO - Bombeiros e policiais do Departamento de Homicídio de Minas retomaram por volta das 10 horas desta terça-feira, 6, as buscas pelo corpo de Eliza Samudio na Lagoa Suja, no bairro da Liberdade, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Eliza está desaparecida há 26 dias.

 

Veja também:

link Polícia afirma ter 'razoável' conjunto de provas sobre desaparecimento

 

As buscas são fruto de informações obtidas por meio de uma denúncia anônima, a polícia trabalha com a hipótese do corpo da jovem ter sido jogado na localidade. Os policiais recolhem objetos na água para análise. A lagoa fica perto da casa de funcionários do sítio do goleiro Bruno, do Flamengo.

 

A estudante, de 25 anos, desaparecida desde 10 de junho, tentava provar na Justiça que o goleiro é o pai do filho dela, de 4 meses.

Tudo o que sabemos sobre:
ElizadesaparecimentoBrunoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.