Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Bombeiros encontram corpo que pode ser de vítima da tragédia de Brumadinho

Um ano e oito meses após rompimento de barragem, 11 pessoas ainda estão desaparecidas; probabilidade de ser uma delas é alta, segundo corporação

Léo Rodrigues, Agência Brasil

30 de setembro de 2020 | 20h35

Mais de 20 meses após o rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho, Minas Gerais, o Corpo de Bombeiros localizou um corpo a cerca de dois quilômetros da estrutura. Ainda não é possível afirmar que se trata de uma das vítimas ainda desaparecidas da tragédia, pois a confirmação depende de exames.

O corpo foi encontrado nesta terça-feira, 29, e a probabilidade de ser uma das vítimas é considerada alta porque não é o primeiro achado relacionado à tragédia que ocorre na mesma região. Uma caminhonete também foi localizada no início desse mês, poucos dias após a retomada dos trabalhos de busca, que estavam suspensos desde março em decorrência da pandemia de covid-19. O veículo pertencia à Fugro, empresa terceirizada pela Vale para realização de análise de solo.

A última vez que um corpo associado à tragédia havia sido encontrado foi em novembro do ano passado. Ele pertencia à 259ª vítima identificada. Outras 11 pessoas ainda estão desaparecidas, totalizando 270. Entre os atingidos, costuma-se falar em 272 vítimas, considerando ainda os bebês de duas mulheres que estavam grávidas.

O rompimento da barragem, ocorrido em 25 de janeiro de 2019, completou 20 meses na semana passada. As buscas, reiniciadas em 27 de agosto, ocorrem diariamente e mobilizam um total de 59 bombeiros e 128 máquinas. "É relevante dizer que, desde a retomada dos trabalhos, as equipes vem encontrando pequenos fragmentos", informa o Corpo de Bombeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.